Veja que legal!

Veja que legal!
Clica na imagem, vai! Clicaaaaa! kkk

sexta-feira, 15 de março de 2013

Catequista profeta da comunidade

1ª REFLEXÃO
VOCAÇÃO E MISSÃO DO PROFETA NA BÍBLIA


Profeta: homem cheio do Espírito de Deus, que à luz da fé enxerga a situação em que vive. Anuncia a Palavra de Deus e denuncia o pecado. Ser profeta não é profissão e cargo. É vocação e missão na comunidade.

Para refletir em grupos:

1.Deus chama para uma missão e espera uma resposta.

Moisés: Ex 1, 1-22 e 4, 1-18.
a)Como vive o povo no Egito?
b)Que proposta Deus faz a Moisés?
c)Como Moisés reage?
d)Que resistências Moisés apresenta?
e)Qual a resposta final de Moisés?

Isaías: Is 6, 1-9
a)Qual o chamado de Deus?
b)Qual a reação de Isaías?
c)Que desculpas apresenta?
d)Qual a resposta de Isaías?

Aprofundar também a vocação de Samuel (1Sm 3, 1-21); Jeremias (Jr 1, 4-19); Ezequiel (3, 16-27); João Batista (Lc 1, 76-79 e Lc 3, 4-14).

2.A Palavra do profeta não se reduz à palavra; é interiorizada na vida e provoca mudanças, conversão e justiça.

Ler os textos: Jr 28, 5-16; Ex 3, 1-15; Am 2, 6-16; Am 5, 12-24; Is 5, 8-10; Is 8, 13-17; Jl 1, 13-20
a)Quais as mudanças que o profeta exige?
b)O que o profeta denuncia?
c)Que mudanças acontecem?

3.O profeta sente o peso da sua missão. Tem consciência de que não fala em seu nome, mas em nome de Deus. Enfrenta obstáculos e provações.

Ler os textos: Jr 20, 7-10; Dn 6, 1-29; Am 7, 10-17; Ex 5, 1-23.
a)Que obstáculos os profetas enfrentam?
b)Qual a reação dos profetas?
c)Qual a segurança do profeta?

4.O chamado de Deus em nossa vida.
a)Como, quando, onde e porque despertou dentro de você a vocação de catequista?
b)Você sentiu ou ainda sente resistências: em você, na família e na comunidade? Como você superou ou está superando estas resistências?

2ª REFLEXÃO:
JESUS CRISTO, O GRANDE PROFETA


“Um Grande Profeta surgiu entre nós. Deus voltou os olhos para seu povo” (Lc 7, 16).

1. Jesus Cristo é o centro, o modelo e a finalidade da Catequese. Jesus é o maior dos Profetas: Hb 1, 1-12. A missão de Jesus: Lc 4, 14-30.
a)Qual a missão de Jesus?
b)Como Jesus é aceito?
c)Qual a atitude dos que não aceitam a proposta de Jesus?

2. “Maravilhavam-se da sua doutrina, porque os ensinava como quem tem autoridade e não como os “escribas” (Mc 1, 22).
a)Quais os grandes ensinamentos de Jesus? (CR 189 e 194).
b)Qual a prática de Jesus (CR 191 e 192).
c)Qual o exemplo de Jesus?
d)Jesus se coloca acima da lei (Mt 12, 1-18); é severo contra a hipocrisia (Lc 11, 52; Mt 15, 1-9; Jo 2, 13-17); come com os pecadores (Mc 2, 13-17); vai em busca da ovelha perdida (Lc 15, 1-32); a morte como conseqüência (Jo 11, 49-50).

3. Jesus, por sua vez, chama para uma missão (Mt 4, 18-22); Mt 8, 18-21; Lc 10, 1-2; Mt 19, 16-22).
a)Como Jesus chama?
b)Que exige dos que o seguem?
c)Como respondem ao chamado?

5.O chamado de Jesus em nossa vida de catequistas.
a)De tudo o que refletimos, o que mais lhe chamou atenção? Por quê?
b)Seguindo os passos de Jesus, como deve ser o catequista?
c)O que você, como catequista, acha mais difícil no seguimento de Jesus?

3ª REFLEXÃO:
IGREJA: COMUNIDADE


1.Façam um listagem das características da Igreja para ela ser realmente “comunidade”.
2.Confiram tais características na realidade da sua própria comunidade eclesial. O que há de positivo? O que deve melhorar?

Documento n. 26 “Catequese Renovada”, nn 144 a 148)
3.Dentro desta visão de Igreja, como fica o catequista como profeta?
4.Os catequistas têm voz e vez na sua comunidade? De que modo participam concretamente na vida da comunidade?
5.Como os catequistas podem contribuir, através da catequese, para a construção da comunidade local?

4 ª REFLEXÃO:
A IGREJA NA PERSPECTIVA DO REINO DE DEUS


Trabalho em grupos:
1.Qual a missão profética da Igreja?
2.A comunidade da Igreja não pode fechar-se sobre si mesma, mas “tem como horizonte o Reino de Deus”. Que significa isto?
3.Evangelização é: anúncio da mensagem de Cristo; denúncia profética; testemunho, erigindo sinais de comunhão e participação; ação libertadora. Explique cada aspecto.
4.Como concretiza sua comunidade estes aspectos da evangelização? Qual o aspecto que deve ter mais atenção na sua realidade? Por quê?
5.Os catequistas, como porta-vozes da comunidade (cf. CR n. 145), participam de um modo especial na missão profética e transformadora da Igreja. Como isto se mostra na própria catequese? Como a catequese leva os catequizandos a uma consciência crítica e a uma ação transformadora?
6.O caminho do profeta é marcado pela humildade e abnegação, pobreza e perseguição. Nós, catequistas, temos experiência disto? Como? Que podemos fazer para, juntos, sermos mais fortes, corajosos e perseverantes (cf. Doc. CR n. 151)?

Fonte: Site Catequese Católica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi! Seja bem vindo (a) ao nosso cantinho de comentários!