Veja que legal!

Veja que legal!
Clica na imagem, vai! Clicaaaaa! kkk

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Nossa Senhora das Bodas de Caná 06/01

A sociedade patriarcal da época de Maria impunha muitas restrições à mulher, na ordem estabelecida seu lugar era secundário. Dona de um nome comum, Ela vivia com simplicidade: obediente à família e às tradições. Era uma mulher do povo, que lutava, trabalhava e convivia ao lado da comunidade.

A Bíblia pouco se refere à Maria, entretanto está completamente inserida no Mistério da Salvação. Ela foi a virgem eleita por Deus para conceber Seu Filho, nosso Salvador; e por plena obediência da sua fé disse "sim" ao Anjo. Por esta fé inabalável, se uniu com perfeição a Jesus Cristo, na morte e na glória. E se tornou na única mulher a reunir em si as qualidades de filha de Deus Pai, mãe de Deus Filho e esposa de Deus Espírito Santo.

Em Maria se cumprem todas as profecias do Antigo Testamento. Ela é a verdadeira e nova Arca da Eterna Aliança. Nosso modelo de todas as virtudes, de plenitude de fé, de obediência à vontade de Deus, de caridade para com o próximo. A obediente serva do Senhor se tornou nossa Mãe, através de João, o discípulo amado, por vontade expressa do Filho de Deus, na agonia da Cruz. Que nos deu mostras do poder intercessor de Sua mãe, no episódio bíblico do casamento em Caná da Galiléia.

Maria estava nestas bodas junto com Jesus, com os Apóstolos e Maria Madalena. Ele ainda não se manifestara através de milagres públicos como o Filho de Deus, o Messias esperado por seu povo. Porém, na sua delicada solicitude materna, Maria pediu que fizesse um para aqueles esposos diante da situação tão embaraçosa: "Eles já não têm vinho" (Jo. 2,3). Jesus então lhe respondeu: "Mulher, isso compete a nós? Minha hora ainda não chegou". Maria na sua fé agiu como se já o tivesse recebido, dizendo aos serventes: "Fazei tudo o que Ele vos disser". E o Senhor converte a água no vinho novo e melhor.

Maria, na sua fé em Deus e a sua caridade pela humanidade apressou a manifestação de Seu Filho. Enquanto, Ele quis mesmo demonstrar que o seu primeiro milagre público ocorreu por causa do pedido de sua Mãe. Assim, Jesus ensinou que intervém por intercessão da Virgem Maria, a santidade mais perfeita, acima de todos os Santos e Anjos do céu. Por isto, São Luís de Montfort, o grande Doutor mariano a denominou de "onipotência suplicante".

A Virgem Maria é a estrada reta que conduz à Jesus Cristo: o caminho, a verdade e a vida. O seu exemplo de plena confiança e fé em Deus, de vida humilde de oração nos leva a compreender o verdadeiro sentido da nossa missão nesta Terra. Nossa Senhora de Caná é a Padroeira dos esposos.

 Fonte: Paulinas.


Conheça a Comunidade Católica Servos de Caná através do facebook clicando AQUI para visitar a página e AQUI para conhecer e quem sabe fazer parte do grupo e também pelo blog clicando AQUI.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi! Seja bem vindo (a) ao nosso cantinho de comentários!