segunda-feira, 25 de dezembro de 2017

Precisamos “programar” o queremos nos tornar no ano de 2018


“Como passou rápido este ano de 2017, não foi mesmo?!”

Isso foi o que eu mais ouvi nestes últimos dias…E quando começamos a pensar no que foi o ano de 2017, também começamos a relembrar dos propósitos que fizemos mas que não cumprimos, pensamos em pessoas que precisávamos perdoar e não perdoamos, na dieta que prometemos iniciar e não conseguimos, no guarda roupa que organizaríamos e que não foi organizado, nas metas que colocamos à serem atingidas e que não passamos nem perto de conseguir atingi-las e etc, etc…Eu poderia aqui colocar muitos outros propósitos que talvez fizemos no ano de 2017 e que infelizmente não cumprimos.

Mas o fato é que já estamos quase em 2018 e iniciaremos mais um Ano Novo. Por isso mesmo é necessário alguns passos e algumas revisões em nossas vidas para que possamos bem aproveitar e crescermos ainda mais em 2017.
Eu e você precisamos estar com o nosso interior organizado para este ano que se inicia. Se não, entraremos em nosso dia a dia corrido e agitado e quando menos esperarmos estaremos dizendo novamente: “Nossa, o ano de 2018 passou muito rápido…

Para que eu e você estejamos com o nosso interior organizado, significa que teremos que PARAR um determinado momento. Parar um pouco o nosso trabalho, parar nossas atividades que tanto exigem de nós e sei que são muito importantes.
Mas eu fui entendendo ao longo destes anos que mais importante que tudo aquilo que eu faço, é quem eu de fato sou. E quem eu sou, está intimamente ligado no modo em que eu programo a minha vida e o meu crescimento. Quem eu sou esta ligado ao modo na qual programo o meu caminho de santidade. Porque a base do meu crescimento é vista do ponto em que eu estou AGORA, com a perspectiva de AONDE EU QUERO CHEGAR.

Onde estou e aonde quero chegar
Quando temos a visão do ponto em que nos encontramos e AONDE queremos chegar, estamos tendo uma visão maior do que queremos realmente SER.

O nosso crescimento PODE – assim como DEVE – ser programado e organizado.

Por isso a primeira coisa que te aconselho é PARAR um pouco…Neste parar você precisa se encontrar com Deus por meio da Oração. Não é um parar por simplesmente parar. É um parar que exigirá uma ATITUDE: ir ao encontro de Deus.
Eu e você neste inicio de ano precisamos buscar estar com Deus, para ouvir o que Ele pedirá de nós, o que Ele inspirará ao nosso coração.
Precisamos também diante do ponto em que estamos, determinar em que precisamos avançar, e por isso colocar no papel metas que precisamos atingir.
Além de colocar metas que precisamos atingir, precisamos colocar no papel caminhos que não mais poderemos seguir…É isso mesmo! Parece estranho, mas é muito real! Se você não souber caminhos que você não pode entrar, você corre o risco de no meio do seu caminhar trilhar percursos bem perigosos para o seu relacionamento com Deus. Por isso é preciso listar caminhos na qual sabemos que não poderemos novamente trilhar em 2018.

É importante que você coloque tudo isso no papel. O papel te ajudará a ser bem concreto em suas metas e não se esquecer do que se propôs. Mas mais importante do que colocar tudo isso no papel, é você ser muito concreto em suas metas, sempre tendo em vista o que em você precisa ser transformado. Pois não adianta colocarmos metas absurdas e propósitos que sabemos que não conseguiremos atingir em nosso caminho, por mais que tenhamos boa vontade. É preciso que sejamos sóbrios e responsáveis com o nosso crescimento, e por isso traçar metas e propósitos equilibrados, que conseguiremos cumprir.

Metas à curto, médio e longo prazo…

Por isso recomendo que você estabeleça alguns propósitos relacionados ao tempo em que você deseja alcança – los, por exemplo:
– Num período de 2 meses eu pretendo não mais acessar nenhum tipo de pornografia;
– Num período de 4 meses eu pretendo conseguir acordar todos os dias mais cedo para rezar;
– Num período de 6 meses eu me proponho a participar todos os dias da Santa Missa;
– Num período de 1 ano pretendo ter sido fiel a minha vida de oração e a rezar o Rosário e etc…etc…

Claro que isso são somente exemplos, mas que você pode e deve se programar como o Espirito Santo lhe inspirar…Talvez essa divisão em tempos fique mais fácil conseguir cumprir cada um dos seus propósitos.

Existiria outras formas mais de estabelecer estas metas, coisas à listar; mas o mais importante é que você se reveja no que realmente você quer se transformar em 2018, e a partir daí, numa vida de Oração, estabelecer as metas…

Através da oração você precisa organizar o seu interior para o ano de 2018. Você tem que ter em mente as transformações que você precisa viver, as conversões que precisam acontecer no seu coração, e correr atrás disso tudo como metas principais.

Não esqueça que muito mais importante do que aquilo que você faz; é quem você é! Então não tenha medo de parar para se encontrar com Deus. Talvez você note que precisará antes de tudo buscar um sacerdote e fazer uma boa confissão; então assim faça. O importante é não fazermos da nossa vida como se canta numa música famosa que diz: “Deixa a vida me levar, vida leva eu…” Não! Para nós cristãos responsáveis com o Cristo que vivemos, não podemos deixar a vida nos levar! Mas nos colocamos nas mãos de Deus, e deixamos sim Ele nos levar e conduzir…

Deus abençoe você, os seus propósitos e o seu caminho de conversão neste ano de 2018.

E quem sabe você poderá ir partilhando comigo as vitórias que for conseguindo alcançar neste ano!

Uma das minhas metas para este ano de 2018, partilho com vocês:

– Vou me organizar para conseguir dedicar mais dias aos atendimentos individuais de tantas pessoas que me escrevem e procuram ajuda por meio da Oração.
– E estarei priorizando atender também as solicitações e pedidos de missões que chegam a mim para retiros e encontros de Oração.


Deus abençoe você e seus propósitos!

Por Danilo Reginaldo, publicado em 14 de dezembro de 2017.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi! Seja bem vindo (a) ao nosso cantinho de comentários!