domingo, 22 de abril de 2018

Atividades de Catequese: 5º Domingo da Páscoa ano B 2017/18


O Evangelho de João (Jo. 15, 1-8), que popularmente conhecemos como o "Evangelho da Videira Verdadeira" é uma importante lição que Jesus nos da, e que todos nós devemos levar muito a sério e fazer, diria eu, o impossível para realizarmos.

Jesus com esse Evangelho vem nos ensinar que todos nós devemos colocar nossos dons a serviço do Senhor, para que todos nossos irmãos e irmãs na fé cheguem a conhecer e a amar a Deus nosso Pai que está no céu.

Jesus nos ama tanto, que Ele próprio nos diz que não é uma caminhada fácil e que não sofreremos! É só prestarmos atenção quando Ele nos diz "e cada ramo que dá fruto ele poda, para que dê mais fruto.". Mas como se dá essa "poda"?! Através das provações, através das renúncias que fazemos dia a dia escolhendo seguir a Deus e negando o pecado que nos é oferecido pelo mundo.

É uma escolha fácil?! Não, claro que não é; mas é melhor escolha que podemos fazer, pois ela nos trás a salvação e o céu!... E por isso mesmo nós devemos fazer tudo que esta em nosso alcance para levarmos a Palavra de Deus aos corações das pessoas, pois como filhos e filhas de Deus não queremos que ninguém seja como os ramos que não dão frutos mencionados por Jesus; pois ninguém quer que aconteça como Jesus disse que acontecerá com os ramos inférteis (vers. 6).

Espero que essa atividade lhe seja útil e que um dia você me conte se a utilizou.

Agora eu te peço: Antes de você imprimir nossas "Sementes da fé!" gostaria que você lesse primeiro o nosso termo de uso, clicando AQUI. Desde já agradeço!



1. Se você quiser saber como faz para imprimir esta atividade, é só clicar AQUI!

2. Se quiser saber como faço para configurá-las desta forma para exibir no meu blog é só clicar AQUI!

Fiquem com Deus e até a próxima atividade de catequese com mais uma das nossas "Sementes da fé!”. E que Deus abençoe mais este ano litúrgico que ficaremos juntos evangelizando!

quarta-feira, 18 de abril de 2018

O perdão aos falecidos



Se uma pessoa que você gostaria de perdoar já morreu, ainda é possível liberar o perdão?

Sim. Nosso Senhor Jesus Cristo disse com toda clareza que "Deus é o Deus dos vivos e não dos mortos, porque para Ele todos vivem" (Lc 20, 38). Essa passagem é esclarecida na Transfiguração quando Jesus conversa com dois mortos, Moisés e Elias (Mt 17, 2), isto é, em sua condição divina, não existem limites entre esse mundo físico e o espiritual. Ele é a Ponte (Hb 6, 20), o Caminho (Jo 14, 6), o Mediador (ITm 2, 5). 

Sem muita "firula", basta uma simples ORAÇÃO de perdão no NOME de Jesus. Por exemplo: Senhor Jesus, em Teu nome, eu peço a graça de perdoar Fulano, que já morreu e não consegui pedir perdão a ele enquanto estava vivo, mas Tu podes tudo. Tudo é possível a Ti. Quero perdoá-lo pelo mal que ele me causou (citar as situações) e também me arrependo pelas coisas más que fiz contra ele (citar as situações) etc. Muito obrigado, meu Deus, porque és bom e a tua misericórdia é eterna. Bendito sejas. Glórias a Ti. Amém.

Você saberá que o perdão aconteceu quando se lembrar da ferida e não existir dor. Será como uma cicatriz. Você tem a marca, mas não dói mais. Perdoar não é ter amnésia. De uma coisa esteja certo: estará mais livre do que antes por ter deixado um fardo pesado aos pés de Cristo.

domingo, 15 de abril de 2018

Atividades de Catequese: 4º Domingo da Páscoa ano B 2017/18


Como é bom chegarmos ao 4º Domingo da Páscoa (independente do ano litúrgico) e podermos escutar Jesus nos dizer no Evangelho (Jo. 10,11-18) que Ele é o Bom Pastor e que nós somos suas ovelhas.

É tão confortante para nossa alma ouvir que Jesus veio para dar Sua vida por nós, e quer nos salvar! E ensina uma importante lição para nossos irmãos e irmãs que acham que só os Cristãos são merecedores da salvação, ou ainda que só os Católicos a merecem; pois tem na cabeça aquela mentalidade dos antigos judeus que sonhavam com a vinda do Messias para purificar a terra e exterminar os pagãos e que infelizmente vemos até hoje não em alguns seguimentos do judaísmo, mas também nos extremistas islâmicos.

O importante é que Jesus veio para salvar todos, independente de que religião sigam! O importante é ter fé e praticar o amor que Ele próprio demonstrou por nós e que nós devemos viver com fé e coragem.

Espero que essa atividade de catequese lhe seja útil um dia.

Agora eu te peço: Antes de você imprimir nossas "Sementes da fé!" gostaria que você lesse primeiro o nosso termo de uso, clicando AQUI. Desde já agradeço!



1. Se você quiser saber como faz para imprimir esta atividade, é só clicar AQUI!

2. Se quiser saber como faço para configurá-las desta forma para exibir no meu blog é só clicar AQUI!

Fiquem com Deus e até a próxima atividade de catequese com mais uma das nossas "Sementes da fé!”. E que Deus abençoe mais este ano litúrgico que ficaremos juntos evangelizando!

domingo, 8 de abril de 2018

Atividades de Catequese: 3º Domingo da Páscoa ano B 2017/18


O Evangelho de hoje (Lc 24,35-48) que inspira nossa atividade de catequese é a continuação do Evangelho que relata o encontro dos Discípulos de Emaús com Jesus; que se não me engano, ouvimos na narrativa do Evangelho de 4ª feira (ano par) e que relata como foi o encontro deles com Jesus e conta que os dois voltaram imediatamente para junto dos outros discípulos.

Eu gosto sempre de me por no lugar dos discípulos de Jesus, e com certeza também ficaria assustado e com medo, afinal como diz na própria Escritura Sagrada, Jesus até aquele momento não havia abrindo o entendimento deles para que compreendessem com clareza tudo que o próprio Mestre ensinara a eles durantes os três anos que viveram juntos.

O mais bonito do Evangelho de hoje é ver o quanto Jesus se preocupa com os seus discípulos; o quanto Jesus os ama e entende suas limitações e não quer que eles se afastem da missão iniciada por Ele. E é a mesma coisa que Ele faz com cada um de nós, pois Jesus não quer que nos percamos e não quer que nenhuma alma se perca!

Então aprendamos com Jesus e não abandonemos a missão que Ele próprio nos deu. Por isso espero que essa atividade lhe seja útil um dia.

Agora eu te peço: Antes de você imprimir nossas "Sementes da fé!" gostaria que você lesse primeiro o nosso termo de uso, clicando AQUI. Desde já agradeço!



1. Se você quiser saber como faz para imprimir esta atividade, é só clicar AQUI!

2. Se quiser saber como faço para configurá-las desta forma para exibir no meu blog é só clicar AQUI!

Fiquem com Deus e até a próxima atividade de catequese com mais uma das nossas "Sementes da fé!”. E que Deus abençoe mais este ano litúrgico que ficaremos juntos evangelizando!

domingo, 1 de abril de 2018

Atividades de Catequese: 2º Domingo de Páscoa ano B 2017/18


Quando reflito sobre a relação de amizade e de amor que existia entre Jesus e seus Doze Apóstolos eu penso o quanto Jesus realmente os amava, pois conhecia intimamente o coração de cada um deles.

O mais interessante é que se formos analisar nossa vida e nossa relação de amizade e de amor com Jesus descobriremos que temos em nosso ser um pouquinho de cada um dos Doze Apóstolos! Desde o gênio forte de Pedro, até a tendência de trairmos Jesus, como fez Judas Iscariotes.

O Evangelho (Jo. 20,19-31) que ilustra nossa atividade de catequese de hoje por exemplo! Quantas e quantas vezes não somos como Tomé, que duvidamos da presença de Jesus em nosso meio e fazemos questão de termos provas de Sua presença?!...

É um sinal de nossa fraqueza e limitação humana, que devemos combater através da oração e da meditação da Palavra de Deus! Por isso preparei essa atividade de catequese, para que ela seja uma pequena porção de ajuda para que nossos catequizandos se fortaleçam e cresçam na fé, para que nunca façam como Tomé e peçam provas da presença de Jesus em seu meio.

Espero que você goste dessa atividade de catequese.

Agora eu te peço: Antes de você imprimir nossas "Sementes da fé!" gostaria que você lesse primeiro o nosso termo de uso, clicando AQUI. Desde já agradeço!



1. Se você quiser saber como faz para imprimir esta atividade, é só clicar AQUI!

2. Se quiser saber como faço para configurá-las desta forma para exibir no meu blog é só clicar AQUI!

Fiquem com Deus e até a próxima atividade de catequese com mais uma das nossas "Sementes da fé!”. E que Deus abençoe mais este ano litúrgico que ficaremos juntos evangelizando!

domingo, 25 de março de 2018

Atividades de Catequese: 1º Domingo da Páscoa ano B 2017/18


Chegou a Páscoa! E como foi lindo viver esse período da Quaresma e da Semana Santa não é verdade! Foram semanas intensas de oportunidades para a nossa conversão pessoal e para a conversão de muitos filhos e filhas de Deus através de nossos gestos, orações e ações que podem ser recompensados vivendo santamente a Páscoa que se inicia.

A Liturgia da Igreja Católica nos convida junto com o Apóstolo João a mergulharmos em seu Evangelho (Jo. 20,1-9) e irmos juntos com Maria Madalena ao túmulo de Jesus e descobrirmos que ele esta vazio!

Por isso procuremos viver intensamente esse período Pascal, pois temos muito que aprender com Jesus nesses dias que Ele passou ainda aqui na terra com seus discípulos!... Com alguns é verdade, mas que hoje através da Sagrada Escritura, Ele passa com todos nós.

Espero que essa atividade de catequese um dia lhe seja útil.

Agora eu te peço: Antes de você imprimir nossas "Sementes da fé!" gostaria que você lesse primeiro o nosso termo de uso, clicando AQUI. Desde já agradeço!



1. Se você quiser saber como faz para imprimir esta atividade, é só clicar AQUI!

2. Se quiser saber como faço para configurá-las desta forma para exibir no meu blog é só clicar AQUI!

Fiquem com Deus e até a próxima atividade de catequese com mais uma das nossas "Sementes da fé!”. E que Deus abençoe mais este ano litúrgico que ficaremos juntos evangelizando!

sexta-feira, 23 de março de 2018

A bênção dos pais

-A bênção papai. A bênção mamãe.

-Deus te abençoe. Deus te dê saúde. Deus te guarde! Deus te dê fortuna.

E a gente ia dormir abençoado e, ao acordar, era abençoado outra vez. Essa rotina foi plantada em nossos corações.

Casei, e trouxe a bênção para os meus filhos.

-A bênção, painho! A bênção, mainha!

-Que o Senhor te abençoe e te guarde, te mostre a sua Face e te dê a paz!- respondemos,  Aldinha e eu. E até ao sair ou ao chegar, eles nos pedem para que os abençoemos.

Se a bênção dos pais se derramasse sobre os filhos, a família seria bem melhor. É necessário que esta tradição não se perca nos dias de hoje, sufocada pelos apelos de um mundo paganizado e hedonista, onde o ter sobrepuja o ser, e a bênção tem gosto de beatice.

 A bênção dos pais é um penhor para os filhos, porque nós abençoamos em nome de Deus. E mesmo que não peçam a bênção… Abençoe-os. Deus também os abençoará.

Paz e Luz

Por: Antonio Luiz Macêdo